Por

Quando devo fazer a refatoração do código?

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Se você quer se tornar um programador profissional, saiba que precisará estar sempre analisando e melhorando o seu trabalho e é aqui que entra a refatoração.  

óculos em frente ao computador com códigos na tela - Refatoração

Refatorar um código é o procedimento de mudar um software para otimizar a sua estrutura interna, mas sem alterar a forma como o programa funciona.

Esse processo essencial, pois é usado para manter um software bem projetado, ainda que ele mude com o tempo.

Por isso, neste artigo falaremos de qual é o momento certo para refatorar o código e o porquê fazer isso. Confira: 

Quando devo refatorar o código?

Para o criador do Programação Extrema, Kent Beck, você deve refatorar o código quando ele “cheira mal” e alguns indícios para isso pode ser: 

  • Código duplicado:

Esse é um problema comum em empresas em que há dois programadores com funções parecidas, então, um acaba criando o código igual ou parecido com o outro. 

Contudo, também pode ocorrer com um desenvolvedor só, por distração ou preguiça de isolar alguma parte para usar depois. 

  • Método longo – Você deve refatorar o se o seu método é extenso demais e realiza várias atividades.
  • Classe muito extensa – Quando houver muita atividade dentro de uma classe ou então, tiver atividades que não eram para estar naquela classe e sim, em uma separada. 
códigos de programação - Refatoração
  • Lista de parâmetros longa – Quando você tem métodos parecidos, mas com diferentes valores dentro do corpo do método. Nesse caso, o ideal seria criar um método genérico.
  • Má indentação (ou falta dela) – A indentação serve para deixar o código mais fácil de entender e a falta dela pode te custar muito tempo no futuro, caso precise alterar ou ocorra algum problema com o código. 
  • Trecho de código difícil de entender – Se você bateu o olho e não conseguiu entender qual a funcionalidade de alguma parte do código, você precisa separar um tempo para deixar aquilo entendível, pois se você não está entendendo agora, imagine no futuro!

Por que refatorar um código?

A refatoração é um processo que deve ocorrer com constância e eu vou dizer os dois porquês disso:

#1 Agilidade:

O maior benefício é, sem dúvida, a agilidade que você vai ganhar no futuro. 

Uma refatoração do código que você faz hoje, pode te poupar horas ou até dias no futuro, quando não só você, como também outro programador,  precisar adicionar uma nova função no programa. 

#2 Otimizar o projeto: 

A refatoração não permite que a estrutura interna de um software se degenere ao longo do tempo. 

notebook com a mão em frente com códigos - Refatoração

O processo ajuda a encontrar bugs no sistema por estar mais fácil de ser lido e evita possíveis prejuízos no futuro.

Além disso, programadores ao pegar um código que não criaram para adicionar alguma função costumam fugir do padrão que já era usado em outras funções do software e refatorar o código ajuda a deixar tudo padronizado. 

Conclusão: 

Por fim, refatorar o código é um processo essencial e qualquer programador precisa ter o cuidado de fazer. 

Requer disciplina, mas é um investimento que se paga no longo prazo. 

Sabia que o inglês não é um requisito para aprender a programar? Vem saber mais!

Veja Mais

O que um programador não é?

Se você está pensando em se tornar um programador ou já iniciou na programação ou está buscando um novo caminho profissional, é

Mercado dos Carros Elétricos

Sempre tive curiosidade de saber mais sobre os carros elétricos, escutei histórias dizendo que carro elétrico é coisa velha desde a época

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *