Por

Por que deveríamos aprender a programar?

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Como dizia o velho Steve Jobs: “Todos neste país deveriam aprender a programar um computador, pois isto ensina a pensar” 

A programação vai além das linhas de códigos coloridas que você vê por aí. 

por que deveríamos aprender a programar

Ela já está em quase tudo: smartphones, ônibus, eletrodomésticos e muito mais.

E a tendência é ela fazer parte de nossas vidas cada vez mais e por isso, é tão importante aprender a programar.

Mas, não é só porque a programação está presente em sua vida que você deveria aprender, têm vários outros motivos.

Quer saber quais são? Então, continue lendo, pois eu trouxe uma lista com algumas razões para aprender a programar hoje mesmo.

Mercado de trabalho 

Para você ter uma ideia, uma pesquisa realizada pela Harvard University em 2018 mostrou que até 2025, teremos cerca de 1,4 milhão de empregos na área de tecnologia.

Contudo, haverá só 400 mil programadores, ou seja, haverá cerca de 1 milhão de vagas sobrando. 

Além disso, o mercado de programação é amplo, porque há diversos tipos de linguagens de códigos e cada uma é requerida de acordo com a demanda de cada empresa.

Rapaz programando no computador

Outra vantagem de ser programador é que justamente por ter pouca gente na área, a remuneração costuma ser bem acima de um salário mínimo. 

Desenvolve o raciocínio lógico

Como disse o fundador da Apple, programar nos ensina a pensar. 

Para criar um programa, é preciso desenvolver um algoritmo com a linguagem de programação para que a máquina entenda e execute.

Celular com códigos de programação na tela

Por isso, você precisa esquematizar e estruturar de uma forma lógica o que você quer que a máquina faça. 

Além disso, você também precisa conseguir encontrar padrões para otimizar ainda mais a eficácia do programa. 

Dessa forma, você acaba adquirindo a capacidade de raciocinar de forma lógica, não só nas linhas do programa, como também na sua vida!

Vai além dos códigos

Quando o Bill Gates fez os programas da Microsoft ou então, quando o Steve Jobs fez os programas da Apple, eles não criaram só um programa. 

Como programar pode vai além dos códigos

Eles impactaram o mundo de uma forma que nunca será mensurada. 

Aprender a programar vai além de escrever uma sequência de linhas de códigos. É ter nos seus dedos a capacidade de melhorar a vida das pessoas. 

Praticidade 

Sabe aquela tarefa que você precisa fazer todo santo dia? Como, por exemplo, molhar as plantas, preencher relatórios ou então, colocar a comida do cachorro. 

A praticidade de saber programar

E se você pudesse criar algo que fizesse isso por você como um irrigador automático ou um alimentador de cão?

Com o conhecimento da programação, você pode!

Ótimo negócio

Como eu disse, um benefício de aprender a programar é trazer praticidade para sua vida, mas e se você pudesse levar isso para mais pessoas e tornar a vida delas prática também? 

Bill Gates é a segunda pessoa mais rica do mundo e ele é programador! 

Programar pode ser um ótimo negócio

Fora ele, ainda há dezenas de outros negócios que precisou de um programador para dar certo: Ifood, Uber, Facebook, etc. 

Conclusão: 

Aprender a programar pode abrir portas que você nem imagina na sua vida, não só no sentido profissional, como também no seu pessoal.

Além disso, você pode criar além de um programa e chegar a impactar milhares de pessoas que nem o Steve que falamos lá no início. 

Quer 5 motivos para começar hoje mesmo?

Veja Mais

O que um programador não é?

Se você está pensando em se tornar um programador ou já iniciou na programação ou está buscando um novo caminho profissional, é

Mercado dos Carros Elétricos

Sempre tive curiosidade de saber mais sobre os carros elétricos, escutei histórias dizendo que carro elétrico é coisa velha desde a época

1 comentário em “Por que deveríamos aprender a programar?”

  1. Pingback: Testes na programação: Qual a importância deles? - Mundo da Programação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *