Por

Como criar o seu portfólio de programação

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

O portfólio de programação é um item essencial para qualquer programador, seja iniciante ou avançado.

Conseguir emprego em qualquer área não é fácil, ainda mais quando você é iniciante e não tem experiência.

portfólio de programação

A maior parte dos recrutadores querem conhecer seu trabalho antes de te contratar e a melhor forma de dar uma amostra de sua experiência é fazendo um portfólio de programação.

Mas, aí o programador iniciante me pergunta: Ok, mas como vou criar um portfólio se nem tenho experiência?

Se quer saber a resposta, é só continuar lendo, pois, eu trouxe tudo o que você precisa saber para criar o seu portfólio de programação mesmo sendo iniciante! 

Primeiro, o que é portfólio?

Em resumo, portfolio é a seleção de seus melhores trabalhos colocados de forma organizada em um arquivo.

Homem sentado em frente ao computador - portfólio de programação

O seu portfólio de programação é como se fosse a sua vitrine e, em geral, a primeira impressão do recrutador de seu trabalho. 

Lembre-se ainda de não o confundir de forma alguma com um currículo, pois enquanto no currículo, você escreve que tem experiência, no portfólio você a mostra.

Como criar o seu portfólio de programação

 Cada portfólio é único e deve conter a sua identidade, pois será assim que o contratante conhecerá você também, além de seu trabalho. 

Contudo, lembre-se que você só tem uma chance de impressionar, então, siga essas boas práticas: 

#1 Busque referências de portfólios de outros programadores

Se você está começando e não sabe nem para aonde ir, o ideal é que você busque encontrar outros portfólios de profissionais do mesmo ramo que o seu.

Lembre-se de usar apenas como inspiração para criar o seu e não deixar igual.

#2 Seja direto e objetivo

Em geral, o recrutador tem dezenas de outros portfólios de programação para analisar, então, não fique inventando ou enrolando e mostre logo o que interessa: 

Sua apresentação – Escreva um resumo de quem é você, falando um pouco de suas experiências, diferenciais e qual o seu objetivo de trabalho.

Como te encontrar – Não esqueça de colocar informações de contato como o número do telefone e o e-mail, além de suas redes sociais (lembre-se de manter o Linkedin atualizado).

Trabalhos – Quando for apresentar os seus projetos de programação, explique o contexto do trabalho, como, por exemplo, o que era para você fazer e quem te contratou. 

Se você não possui experiência alguma, é interessante criar um projeto do zero só para pôr no seu portfólio de programação. 

computador branco com códigos na na tela - portfólio de programação

Isso depende um pouco de sua área, mas você pode, por exemplo, recriar um site que você gosta de acessar do zero. 

Ou então, ver a descrição de trabalhos de freelas e se basear no que o cliente pediu para criar um projeto. 

Onde hospedar o meu portfólio de programação?

Tenho três dicas para você:

Github

Sem dúvida, esse é o site mais usado pelos desenvolvedores para a hospedagem de códigos.

Após criar uma conta, é só subir o código dos seus projetos e colocar o link do seu Github no currículo. 

logo da Github - portfólio de programação

CodePen

Outro bem conhecido pelos que preferem front-end o é o CodePen. Nele, você consegue expor os códigos e como foram feitos. 

Site

Criar um site é uma ótima alternativa, ainda mais para quem está começando, pois, além de seus códigos, você pode incluir aprendizados e seu conhecimento sobre o assunto! 

Conclusão 

Seu portfólio de programação pode abrir ou fechar portas, portanto, tire um tempo para criar o seu com cuidado. 

Como você viu, ser iniciante não é desculpa para não ter um portfólio de programação, então, está esperando o que para começar?

Veja Mais

O que um programador não é?

Se você está pensando em se tornar um programador ou já iniciou na programação ou está buscando um novo caminho profissional, é

Mercado dos Carros Elétricos

Sempre tive curiosidade de saber mais sobre os carros elétricos, escutei histórias dizendo que carro elétrico é coisa velha desde a época

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *